História
 
histori.JPG Em 1989 Joaquim Cruz iniciou um trabalho de ajuda a um amigo: Jânio Bezerra, morador de Águas Lindas de Goiás, que constituía em enviar planilhas para que o mesmo pudesse ministrar as sessões de treinamento junto aos garotos da região.

Posteriormente foi verificada a necessidade de prover estes atletas com um par de tênis adequado, visto a carência dos garotos e a intensidade dos treinamentos. Cruz passou a trazer, em sua bagagem, pares de tênis semi-novos que eram distribuídos aos atletas que se empenhavam no dia a dia. Durante uma década esta história se repetiu. O que variava era a quantidade de tênis trazido em cada viagem.

Em 1999, Cruz foi convidado a participar de uma competição de rua no Maranhão. Solicitou dos organizadores uma verba para a aquisição de pares de tênis que seriam distribuídos entre os participantes do evento. Trouxe uma grande mala que foi impedida de entrar no Brasil sob a alegação dos tênis serem novos e de terem a finalidade comercial. Desfeito o mal entendido, Cruz foi perguntado se este episódio inibiria sua iniciativa de trazer outros tênis. Sua resposta foi negativa acrescida de uma decisão: "Da próxima vez vou trazer o dobro e ainda vou fundar o Clube dos DescalSOS". E assim foi feito.

Em janeiro de 2003 nasceu o IJC - Instituto Joaquim Cruz - o braço, digo, perna social de um campeão olímpico, com a finalidade de estruturar e sistematizar as ações e benefícios do projeto   Clube   dos DescalSOS/Caixa   e participar da construção de uma sociedade mais justa, tendo como inspiração a trajetória de um garoto pobre, de Taguatinga, que encontrou no seu caminho uma oportunidade de mudar sua realidade através dos esporte.

O IJC busca a parceria de líderes comunitários que já venham realizando um trabalho com atletismo, possibilitando a ele ampliar e sistematizar os benefícios oferecidos aos atletas.
 
CONTATOS

Instituto Joaquim Cruz

SCLN 104, Bloco "C", Sala 121
70.733-530
Brasília - DF

Telefone: (61) 3965-1984